HyperIntelligence: sem nenhum clique, as respostas chegam até você | MicroStrategy
BI Trends

HyperIntelligence: sem nenhum clique, as respostas chegam até você

De acordo com um estudo da Forrester Research, os negócios orientados por insights estão crescendo mais de 30% a cada ano e, até 2021, os menos informados perderão cerca de US$ 1,8 trilhão anualmente para os concorrentes que fazem o uso desse artifício.

Por outro lado, somos inundados por milhares de informações, todos os dias, a todo instante e sabemos que de toda a informação gerada pelas empresas, apenas 30% delas são consumidas. Por isso, obter os insights certos, na hora certa, com agilidade e sem a necessidade de diversos cliques, é essencial. E é exatamente essa a mudança de paradigma que o HyperIntelligence é capaz de proporcionar.

Este conceito, que chega com o MicroStrategy 2019, de forma nunca antes vista, traz a inteligência artificial definitivamente para mais perto da força de trabalho. É o caminho inverso ao que todos estão habituados com o BI tradicional: são as respostas encontrando quem precisa delas, em vez do usuário precisar buscá-las em diversos sistemas, arquivos e páginas na internet. Com essa tecnologia, o que antes exigia uma série de ações, agora é feito quase que imperceptivelmente. Acessar facilmente KPIs em tempo real, informações contextuais e recomendações inteligentes poupa tempo e trabalho. Sem falar da possibilidade de usar linguagem natural, machine learning e recursos de voz, chatbots, software de reconhecimento de imagem e outros aplicativos modernos, que trazem um diferencial de agilidade gigantesco no dia a dia no trabalho.

Os insights surgem diretamente nos fluxos de trabalho, em tempo real. As informações vão aparecendo e saltando aos seus olhos, quando se fazem mais necessárias. Na prática, imagine que você está analisando uma planilha Excel com os resultados de vendas de suas regionais e precisa saber sobre características de um produto específico para entender melhor a performance dele em determinada região. Pensando no método tradicional, seria necessário abrir diferentes arquivos, abas, e relatórios para, então, conseguir fazer essa análise do cenário. A partir da HyperIntelligence, o tempo e trabalho são poupados, pois, enquanto você trabalha na planilha, os cartões com as informações disponíveis no BI simplesmente surgem ao passar o mouse sobre uma palavra. Esse é o HyperCard.

E com a linguagem natural cada vez mais em evidência, surgem também soluções de business analytics acionadas por comando de voz, com a integração de ferramentas à Alexa, assistente virtual personalizável da Amazon, e com o Google Home, por exemplo. Veja só esa ilustração: é muito comum que gestores, operários de indústria e outros usuários de negócios encontrem-se em situações ao longo do dia em que não conseguem parar suas atividades para acessar um relatório ou interpretar uma visualização de dados para avaliar o desempenho. Poder acessar a informação que precisa apenas com o comando da voz e uma pergunta como “Alexa, qual é a minha receita total para este trimestre?” facilita e muito. A produtividade no dia a dia é acelerada e as ineficiências operacionais podem ser eliminadas e isso é possível com o uso do conceito HyperVoice, também inserido recentemente na nossa plataforma.

Não podemos deixar de citar o HyperVision, que utiliza a Realidade Aumentada para dar insights dos objetos ao redor. Segurando o dispositivo móvel – seja um smartphone ou tablet – a tecnologia de reconhecimento de imagem faz a leitura e entrega informações importantes da rotina de trabalho, como quantidade de estoque, detalhes do produto, dos clientes e mais. São os recursos tecnológicos cada vez mais a favor do seu negócio.

O objetivo do HyperIntelligence é realmente fazer com que as respostas cheguem até quem mais precisa delas com otimização de tempo e muita eficiência, garantindo que os resultados sejam atingidos. Quer saber mais sobre o tema e entender como a HyperIntelligence pode te ajudar na sua rotina de trabalho? Leia mais aqui e seja muito bem-vindo à era do zero clique!

Comments Blog post currently doesn't have any comments.